O que é o ecomerce Aprenda Rápido

O que é ecomerce , nada mais é do que comercio feito de forma eletrônica, por sites aplicativo algo que utiliza a internet. Com a ampla adoção da Internet e a introdução da World Wide Web em 1991 e do primeiro navegador para acessá-la em 1993, a maior parte do comércio eletrônico mudou para a Internet . Mais recentemente, com a disseminação global de smartphones e a acessibilidade de conexões rápidas de banda larga à Internet, grande parte do comércio eletrônico mudou para dispositivos móveis, que também incluíam tablets , laptops e produtos vestíveis, como relógios.

O que é o ecomerce

O que é ecomerce quais os impactos!

O comércio eletrônico afetou profundamente a vida cotidiana e a forma como as empresas e os governos operam. Conduzido em mercados eletrônicos (ou espaços de mercado) e nas cadeias de suprimentos que funcionam na Internet-Web. Os mercados orientados para o consumidor incluem grandes e-shoppings (como a Amazon ), plataformas de leilão de consumidor para consumidor (eBay , por exemplo), varejistas multicanal (como LL Bean) e muitos milhões de varejistas eletrônicos.

Grandes mercados business-to-business foram criados pelo Alibaba e outras empresas. A chamada economia compartilhada permite o uso mais eficiente de recursos, como o Airbnb faz com o aluguel online de residências particulares. O acesso quase instantâneo aos serviços, disponibilizado por plataformas sob demanda que oferecem, por exemplo, transporte (por exemplo, Uber ); recursos de computação e armazenamento fornecidos por provedores de serviços em nuvem e aconselhamento médico e jurídico. A customização em massa de mercadorias vendidas online, como roupas e veículos, tornou-se comum.

E-Comerce

Contudo, moedas eletrônicas (ou criptomoedas), como Bitcoin, entraram em jogo como meio de liquidação. As cadeias de suprimentos semipermanentes permitem que uma empresa central (como a Dell ). Se cerque de fornecedores que realizam a maioria das tarefas de produção e entregam outros bens e serviços à empresa central.

Além disso, sites de redes sociais, como o Facebook, sustentam uma grande variedade de relações individuais e são o site do chamado social commerce, movido pelas opiniões e críticas compartilhadas pelos participantes como o boca-a-boca eletrônico. Enfim, comunidades online unem participantes que desejam compartilhar seus conhecimentos, construir relacionamentos duradouros ou se apresentar em um fórum amplo. Portanto, essas comunidades se tornaram uma fonte potente de co-criação de valor por indivíduos que, juntos e por longos períodos de tempo, por exemplo; produzem software de código aberto ou reabastecem continuamente uma enciclopédia online. Afinal hoje em dia está se tornando a principal forma de fazer negociações de produtos ou serviços.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.